domingo, novembro 12, 2017

Os desafios da comunhão na Estação


Uma boa parte de pessoas que já passaram pelas nossas reuniões argumentam que o modelo de ser da estação não favorece a comunhão, tema este, que abordamos como necessidade do desenvolvimento da espiritualidade.

Mas será que essas pessoas têm razão? Vejamos, na nossa publicação de identidade, dizemos:

“O Caminho da Graça Estação Fortaleza é um movimento, uma realidade em constante mudança. Não fazemos dela epicentro de coisa alguma; mantemos a ideia do Espírito Livre. É a simples busca de viver o Evangelho que para nós é o modo de ser de Jesus nada mais e nada menos do que isto! Todavia, vamos nos unir, não para formar um gueto; mas para se tornar um contingente de restauração e Vida, com forças multiplicadas. Não estamos ligados a nenhuma instituição religiosa e nem debaixo de qualquer hierarquia religiosa. Como estação somos um lugar de encontros, lugar de idas e vindas, lugar de chegadas e despedidas, lugar de parada, lugar onde cada um decide pra onde vai, se vem ou fica. O vinculo que há entre nós é a amizade e o amor que brota e cresce entre os que decidem caminhar juntos. Nossos encontros são simples, interativos, ecléticos, bem humorados, não obstante, responsáveis. Há sempre uma mesa posta, pois, experimentar o ambiente ao redor da mesa é algo implícito aos que caminham juntos, favorecendo conversas informais que favorecem inicio de amizades que podem evoluir para amizades espirituais tão necessárias pra que não caminhemos sozinhos pela vida. Nos repartimos uns com os outros. Repartimos vida e recursos. Nos encontramos em diversos lugares, mantendo nossos endereços atualizados no nosso blog:http://caminhofortaleza.blogspot.com/

Nesse texto fica claro o aspecto livre e flexível do movimento. Ele não nasceu para ser um vaticano, ou um ministério eclesiástico. No entanto, está no âmago de nossos objetivos nos unir, multiplicar forças, ser um lugar de restauração que propicia amizades e amizades espirituais. Percebemos então, que o que muda numa estação é o engessamento eclesiástico e não sua dinâmica relacional.

Agora por que será que esse grupo de pessoas não consegue estabelecer comunhão na estação?

Em outro texto escrevemos: E como estação, todos são livres para ir e virem quando quiser, sem precisar comunicar o “desligamento”, porque é da natureza da estação tal movimento. ”

Ora, o que parece incomodar as pessoas é a liberdade das outras, pois parece que nos viciamos num modelo de serviço e comunhão em 4 paredes regidos por normas e ministérios. Ou seja, se depender da minha livre vontade não funciona.

Vejamos isso: “A estação não é uma denominação religiosa mais um espaço para todos, onde se é possível a comunhão. Ela não é um fim em si mesma. Ela existe para os caminhantes e não os caminhantes para ela. ”

Vejam o que estamos dizendo: Espaço para comunhão sem ser denominação religiosa. Ao negar essa possibilidade, está se dizendo que fora da denominação religiosa é impossível haver comunhão, o que é um absurdo.

“O que faz existir uma estação não é o lugar em si com sua estrutura, mas o espírito que envolve o lugar. ”

A questão é que ainda não se entendeu que a Igreja somos nós e não as estruturas.

“Não queremos que ninguém se sinta na obrigação de fazer algo. ”

O que queremos é que a comunhão seja fruto da conversão sincera e do desejo do coração de servir e não a ação movida meramente pela força da estrutura.

“Entendemos que a coisa toda é natural e espontânea. E deve ser assim... Vai ser quando tiver que ser! Não dá para forçar nada.... Além disso, temos a convicção de que nada pode ser edificado do lado de fora que não seja fruto daquilo que nasceu como consciência dentro e tenha sido experimentado como verdade e vida. Assim é o Caminho! ”

Logo, preciso discordar dos que acham que a Estação não favorece a comunhão, antes afirmo que ela produzirá a verdadeira comunhão, pois quando ela acontecer será fruto da decisão individual e consciente. É claro que isso é mais difícil e leva muito mais tempo nos dando a sensação de que não é possível.

Com esse mesmo pensamento muita gente que o Evangelho não é praticável. Só sabem fazer o que as estruturam organizam como atividades, mas não sabem amar, dizendo que isso só é possível a Deus.

O que queremos é obedecer ao Evangelho mesmo que isso nos custe fracassos no processo.

Ivo Fernandes
12 de novembro de 2017

Leiam os textos abaixo:


quarta-feira, novembro 08, 2017

Carta de Novembro

Caminhantes, amigos (as) e colaboradores (as).

Faz 11 anos que tenho trabalhado num sonho. Dediquei meus dons, serviços, talentos, dias, disposição, dinheiro, força e saúde para promover aquilo que acredito. E no que acredito? Acredito no EVANGELHO, como poder de Deus para a salvação de TODO aquele que Nele crer. Acredito que alcançados por Ele nos tornamos pessoas melhores dispostas ao serviço, ao acolhimento, ao cuidado com o próximo e acima de tudo nos tornamos pessoas livres e conscientes que tal liberdade nos faz donos do roteiro de nossa existência.
Para promover esse Evangelho me engajo na ESTAÇÃO DO CAMINHO DA GRAÇA EM FORTALEZA, e por meio dela tenho atendido pessoas necessitadas das mais diversas ordens.
Por isso mantenho toda a estrutura e sonho com algo melhor ainda para atender mais gente ainda nesse caminho.
A Meta é fazer da ESTAÇÃO um lugar para acolher pessoas, proporcionado descanso para a alma, e possibilidade de que cada um em seu tempo reinvente a própria vida e siga a jornada.
A cada ano faço algo e melhoro outras coisas na busca desse objetivo. Precisamos de espaços para esse ministério, então não achem desperdício ou em vão nosso investimento nisso. Precisamos de comunhão, de oração comunitária, de serviços, de disciplina e ensino.
Preciso que me ajudem a construir esse sonho. É preciso o compromisso de todos com aquilo que chamamos de comunidade de fé. Precisamos do compromisso de cada um.
Chegou a hora de realizarmos um ato que demonstra o que queremos como estação e para a estação. Chegou a hora da manifestação da gratidão em forma prática.
Conto com todos vocês, levem suas contribuições no domingo ou depositem em das contas abaixo:
Na esperança de vossa compreensão e conversão,
Seguem as contas:

BANCO ITAÚ
Ag.: 6540
Conta Corrente: nº: 07498-3

BANCO DO BRASIL
Ag.:4439-3
Conta nº: 19735-1

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag.: 0578 001
Conta Corrente: n° 00028273-3

LEIAM:
10Ou certamente não estaria fazendo tal afirmação por nossa causa? É evidente que é em nosso favor que esse princípio foi escrito. Pois “o lavrador quando ara a terra, e o debulhador quando tira as cascas das sementes, deve fazê-lo na esperança de participar dos resultados da colheita”. 11Se nós semeamos entre vós verdades espirituais, seria pedir muito colhermos alguns de vossos bens materiais?12Se outros têm o direito de ser sustentados por vós, seguramente não o temos nós em maior medida? Contudo, jamais fizemos uso desse direito. Ao contrário, suportamos tudo para não colocar qualquer tipo de obstáculo ao progresso do Evangelho de Cristo. …
O que está sendo orientado na Palavra deve compartilhar tudo o que possui de bom com aquele que o instrui.
Assim, o Senhor também ordenou aos que proclamam o evangelho, que igualmente vivam do evangelho!
Ivo Fernandes

8 de novembro de 2017

segunda-feira, outubro 16, 2017

Carta de Outubro

Carta de Outubro

Caminhantes, amigos (as) e colaboradores (as).

Antes de tudo leiam esses textos:

10Ou certamente não estaria fazendo tal afirmação por nossa causa? É evidente que é em nosso favor que esse princípio foi escrito. Pois “o lavrador quando ara a terra, e o debulhador quando tira as cascas das sementes, deve fazê-lo na esperança de participar dos resultados da colheita”. 11Se nós semeamos entre vós verdades espirituais, seria pedir muito colhermos alguns de vossos bens materiais?12Se outros têm o direito de ser sustentados por vós, seguramente não o temos nós em maior medida? Contudo, jamais fizemos uso desse direito. Ao contrário, suportamos tudo para não colocar qualquer tipo de obstáculo ao progresso do Evangelho de Cristo. …
O que está sendo orientado na Palavra deve compartilhar tudo o que possui de bom com aquele que o instrui.
Assim, o Senhor também ordenou aos que proclamam o evangelho, que igualmente vivam do evangelho!

O que esses textos dizem a cada um de vocês? Não são cada um de vocês abençoados pelo ministério a nós confiado? Não foram abençoados com a Palavra por nós pregada? Não sabem que é com os recursos que vem de vós que mantemos a manutenção de tudo aquilo que um dia abençoou a vós e continua abençoando?

Não sabem que os atendimentos terapêuticos as pessoas necessitadas são mantidos pelas ofertas e dízimos? Que não se faz visita pastoral sem gasolina para isso? Que não se mantém um prédio sem pagamento de aluguel?

O Senhor decidiu que nosso ministério fosse mantido pela voluntariedade das vossas contribuições. E nós esperamos pela consciência da Graça que nos move ao serviço.

Todos os meses percebemos o quanto essa graça – a de contribuir – é desprezada por muitos, nos fazendo ter que pedir mais do que precisaríamos e agir como não gostaríamos.

Amados, quem vos seduziu a ignorar as disciplinas espirituais? Quem vos estimulou a separar espiritualidade de materialidade? A Contribuição é ato de graça ensinada pelo Evangelho para ajudar a todos que se dedicam ao ministério da pregação. Se você crer no Evangelho não pode ignorar isso. Se faz parte desse movimento, não pode ignorar nossa situação. Se foi abençoado pelo meu ministério, peço sua ajuda.

São as contribuições que garantem a possibilidade de continuidade, e os testemunhos garantem o valor desta obra.

É preciso o compromisso de todos com aquilo que chamamos de comunidade de fé. Precisamos do compromisso de cada um.

Chegou a hora de realizarmos um ato que demonstra o que queremos como estação e para a estação. Chegou a hora da manifestação da gratidão em forma prática.

Conto com todos vocês, levem suas contribuições no domingo ou depositem em das contas abaixo:

Na esperança de vossa compreensão e conversão,
Seguem as contas:

BANCO ITAÚ
Ag.: 6540
Conta Corrente: nº: 07498-3

BANCO DO BRASIL
Ag.:4439-3
Conta nº: 19735-1

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag.: 0578 001

Conta Corrente: n° 00028273-3

domingo, agosto 27, 2017

Culto e Jantar de Confraternização de Fim de ano - 2017


Caminhantes, dia 09 de dezembro às 18h30min no salão de festas do condomínio Beach Class (Rua Barão de Aracati, 145, Praia de Iracema) faremos Culto e Jantar de Confraternização de Fim de ano – 2017. 

O jantar (cardápio abaixo) custará R$30,00 (trinta reais) por pessoa até o dia 30 de setembro, R$ 35,00 (trinta e cinco reais) até o dia 31 de outubro, R$ 40,00 até o dia 30 de novembro (quarenta reais) e R$ 50,00 (cinquenta reais) durante o mês de dezembro. (Crianças até 5 anos não pagam)

O pagamento deve ser feito por depósito nas contas que seguem abaixo, com envio de e-mail ou WhatsApp confirmando depósito, ou pessoalmente a tesoureira Karla Bianca.
O salão está reservado para nosso evento, tendo 4 horas de serviço de buffet e 6 horas de espaço.

Como se trata de nossa reunião de fim de ano, capriche! Teremos nossa tradicional brincadeira de trocas de presentes. Esse ano o tema é: “Amigo misterioso” (Abaixo estão as regras). Valor mínimo do presente: R$ 20,00.

Esperamos contar com a presença de todos!

PROGRAMAÇÃO
18H00MIN – INICIO DA RECEPÇÃO
18H30MIN – CULTO AO SENHOR
20H00 – JANTAR
22H30MIN – FESTA
24H00 - ENCERRAMENTO

CARDÁPIO
ENTRADAS: 15 salgados por pessoa fritos na hora, incluindo salgados de forno. E petiscos (filé com bacon e frango com bacon)
PRATO PRINCIPAL:
 2 Tipo de Arroz (opções : Arroz branco, arroz com brócolis),
 1 tipo de Carne (Lagarto à Cubana)
 1 tipo de Frango (filé ao molho de mostarda),
 1 Peru ou Chester
 1 Tipo de Salada (Salada verde)
BEBIDAS: Suco (maracujá e graviola), refrigerantes e água a vontade.
SOBREMESA: Sobremesa Gelada - (Taça da felicidade)
PROFISSIONAIS: Garçom, Garçonete, copeiro de acordo com a quantidade de convidados.

QUALQUER COISA FORA DO CARDÁPIO PODE SER LEVADO POR CADA PARTICIPANTE. TEREMOS ESTRUTURA PARA RECEBER!

TROCA DE PRESENTES (VALOR MÍNIMO DO PRESENTE R$ 20,00)
Amigo misterioso
Escreva o nome dos participantes num papel, dobre-os e coloque-os num recipiente. Um jogador sorteia um nome, sem mostrá-lo para ninguém. Cada pessoa faz uma pergunta sobre o sorteado, mas não vale sobre aparência física e profissão. As perguntas podem ser, por exemplo, sobre o gosto ou jeito da pessoa. As respostas só podem ser "sim” ou "não”. Nada de detalhes. Quem acertar ganha o direito de ir a mesa e retirar um presente, se não acertar o próprio jogador ganha o direito, e quando seu nome for sorteado passa a vez.
PAGAMENTOS
BANCO ITAÚ
Ag.: 6540
Conta Corrente: nº: 07498-3

BANCO DO BRASIL
Ag.:4439-3
Conta nº: 19735-1

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Ag.: 0578 001
Conta Corrente: n° 00028273-3

CONTATOS:
WHATSSAP 999997128 OU 999240368

sábado, maio 20, 2017

Capelania na Estação




A Capelania é um serviço pastoral e terapêutico da Estação do Caminho da Graça em Fortaleza que visa atender as necessidades da alma, procurando levar cura e pacificação e possibilitando continuamente assistência emocional, espiritual e psicológica.

Estamos de coração aberto, ouvido atento e paciente e mãos prontas para consolar e amparar aqueles que de nós se aproximam a fim de trilharmos juntos o caminho da esperança que afaga e consola.

Desejamos compartilhar com você, aquilo que temos recebido do Pai, para que você pacifique o coração Nele, como também temos sido pacificados em graça e bondade.

Nossa motivação e inspiração é o Evangelho manifestado na vida de Jesus, que sempre foi em direção ao próximo. Ele andava na direção deles dia e noite. Infiltrava-se aonde havia necessidade humana, não se importando com nada que não fosse relevante ao alívio, a pacificação de alma, a cura do corpo, da mente e do espírito daqueles que cruzavam seu caminho.

Como seguidores de Jesus de Nazaré entendemos que nosso caminho na existência, só pode ser feito amando como Ele amou e servindo como Ele serviu.

Precisando de ajuda entre em contato conosco:

Membros:
*      Ivo Fernandes - (85) 99999.7128
*      Carol Nejm - (85) 98888.6101
*      Ticy Marques - (85) 99951.9390
*      Camila Monteiro - (85) 99924.0176
*      Edinaldo Monteiro - (85) 99748.8939
*      Gerfyson Dantas (85) 98191-7723